ENGLISHPORTUGUÊS

BLOG

Projetos

Fique por dentro do Projeto Asas e do programa de Preservação do Muriqui-do-Norte e saiba como contribuir com as ações ambientais da Reserva do Ibitipoca

Infelizmente o mundo moderno nunca teve a chance de explorar a Mata Atlântica da mesma maneira como se pode explorar a Amazônia. Ela foi a primeira floresta brasileira a ser destruída pelos colonizadores, o que fez com que, desde o descobrimento do Brasil até os dias atuais, a sua área fosse reduzida a apenas 7% da vegetação original. Além disso, devido ao aquecimento global, a Mata Atlântica tem sido constantemente castigada por ondas de calor que ocasionam secas e queimadas. Isso faz dela um dos biomas mais ameaçados do mundo, o que é extremamente preocupante, já que a Mata Atlântica é um hotspot de biodiversidade e importante bioma a ser protegido para contra-atacar as mudanças climáticas sofridas pelo planeta. Isso porque pesquisadores da Universidade de Minnesota descobriram que as florestas de crescimento secundário na América Latina absorvem 11 vezes mais carbono do que florestas de crescimento antigo.

A Reserva do Ibitipoca está extremamente empenhada na recuperação desse importante bioma. Nos últimos 30 anos nós temos assistido várias faixas de terra se transformando em áreas verdes e selvagens e várias nascentes naturais crescendo em quantidade e volume. Infelizmente nós não podemos focar somente na preservação, já que 90% da nossa propriedade foi uma vez transformada em pasto, mas sonhamos que um dia 99% da área da Reserva será novamente Mata Atlântica. É fácil plantar uma semente, mas é difícil nutrir e proteger uma árvore jovem. Nós estamos orgulhosos dos nossos esforços em reflorestamento, mas isso é só um começo. Devido à caça e ao desmatamento, muitos animais como o muriqui, a arara macau, a preguiça-de-três-dedos e a onça estão ameaçados de extinção. Para realmente restaurar a Mata Atlântica ao seu passado de grandeza, nós precisamos recuperar as populações desses animais. E é por isso que nós estamos desenvolvendo projetos com a fauna local, que são acompanhados por pesquisadores de várias universidades, como UFV, UFG, UERJ, University of Wisconsin e Pace University. Nós queremos criar modelos replicáveis que possam ser espalhados e contribuir para o reflorestamento da Mata Atlântica.

Confira as seguir dois dos nossos projetos de longo prazo:

Preservação do muriqui-do-norte

O muriqui é o maior primata das Américas e vive em grupos que podem chegar a 50 indivíduos. Eles raramente descem ao chão e vivem pulando de árvore em árvore, com fantástica agilidade e nos divertindo com suas exibições acrobáticas. O muriqui é um dos primatas mais ameaçados de extinção do mundo e é uma espécia endêmica na Mata Atlântica. Estimativas históricas dizem que quando os primeiros colonizadores chegaram ao Brasil havia cerca de 400.000 espécies aqui, mas, devido à caça e ao desmatamento, o muriqui quase desapareceu.

Um grupo de 10 muriquis foi descoberto na Mata da Luna em 2003, mas desde então a população
foi reduzida a apenas dois irmãos, batizados de Luna e Bertolino. Biólogos acreditam que Luna nunca viu outra fêmea além de sua mãe. Isso até 2017, quando está prevista a chegada de duas muriquis fêmeas, Esmeralda e Socorro, que vão ser transferidas para a Mata da Luna. As fêmeas de muriqui têm o instinto natural de abandonar suas famílias para procurar por um outro grupo onde elas possam ter sua própria família. Esmeralda e Socorro estão vindo de dois diferentes fragmentos de floresta. Elas estavam sozinhas e procurando incansavelmente por um novo grupo quando infelizmente ficaram presas em florestas cercadas por plantações de café e eucalipto.

 82_1MURIQUI_DO_NORTE_00001

Hoje, a visão da Reserva do Ibitipoca é ser um santuário de muriquis, um lugar onde as fêmeas perdidas possam vir e os grupos possam aumentar. Nós nos inspiramos no trabalho de Karen B. Srier na RPPN Feliciano Miguel em Caratinga, Minas Gerais. Graças aos seus mais de 30 anos em pesquisas, uma população de apenas 30 muriquis cresceu para mais de 350. Seguindo essa mesma linha, todos os nossos esforços na conservação dos muriquis são acompanhados por cientistas e especialistas em primatas do mundo todo. Nós firmamos o compromisso a longo prazo de estudar os muriquis de Ibitipoca e estamos esperançosos de que, com esses esforços, todas as espécies que têm a Mata Atlântica como casa vão se beneficiar dessa proteção.

Projeto ASAS

Infelizmente, uma das maiores ameaças à fauna brasileira é o tráfico de animais e a caça ilegal, especialmente de pássaros. O Sudeste do Brasil tem a maior demanda por animais ilegalmente traficados. A WWF estima que anualmente aproximadamente 38 milhões de animais selvagens são removidos do seu habitat natural no Brasil. E mais: cerca de 4 milhões desses animais morrem durante o caminho.

Em 2015, a Reserva do Ibitipoca construiu três cativeiros e criou uma parceria com o governo para ser usada como área de reabilitação e soltura de espécies nativas da nossa região. Juntamente com pesquisas científicas, nós conseguimos soltar espécies ameaçadas, como o papagaio-de-peito-roxo, e trabalhar na reintrodução de animais já extintos na região, como a arara-macau. Nos próximos anos nós queremos expandir esse trabalho para incluir outras espécies, como a anta e o lobo-guará, que vão necessitar de novos cativeiros.

Adote um projeto

Você gostaria de apoiar um dos nossos projetos de recuperação? Com a sua ajuda nós podemos trazer a Mata Atlântica de volta aos seus dias de glória.

 

Preservação do Muriqui

  • Em troca de uma doação de R$2,000, nós vamos plantar uma árvore na Mata da Luna com uma placa agradecendo a sua contribuição.
  • Em troca de uma doação de R$10,000, nós gostaríamos de convidá-lo a visitar a nossa Casa do Biólogo Muriqui na Mata da Luna, o que incluí uma parada em uma das maiores cachoeiras da região.
  • Em troca de uma doação de R$100,000, nós gostaríamos de convidá-lo a dar o nome a um dos muriquis nascidos em Ibitipoca, assim como o convidaremos a passar cinco noites hospedado na pousada, o que incluí um dia de visita à Mata da Luna.

 

Projeto Asas

  • Em troca de uma doação de R$1,000 nós reconheceremos a sua contribuição com uma placa de destaque nos nossos cativeiros.
  • Em troca de uma doação de R$5,000 nós gostaríamos de convidá-lo os cativeiros em um passeio de um dia de duração em um carro elétrico.
  • Em troca de uma doação de R$20,000 nós gostaríamos de convidá-lo a passar três noites na Fazenda do Engenho, o que também inclui uma visita aos cativeiros em um dia de passeio em um carro elétrico.

 

DSC_0154

 

 

 


    Warning: call_user_func() expects parameter 1 to be a valid callback, function 'custom_comments' not found or invalid function name in /home/storage/b/b5/07/ibiti/public_html/site/wp-includes/class-walker-comment.php on line 172