ENGLISHPORTUGUÊS

A Comuna

A Comuna do Ibitipoca é um espaço experimental focado numa relação harmônica entre os humanos e todas as espécies. Buscamos uma qualidade de vida sustentável, procurando tratar todas as pessoas e todos os seres com respeito e dignidade. É uma comuna onde celebramos a vida!

Esta comuna está situada em Minas Gerais e se estende por três município – Lima Duarte, Bias Fortes e Santa Rita do Ibitipoca. Seu inicio foi há 35 anos com a aquisição do primeiro imóvel, a Fazenda do Engenho.

ARQUITETURA

Tudo começou no final dos anos 1600 com a chegada dos Bandeirantes na Serra do Ibitipoca. Ao chegarem na região, se depararam com a riqueza do ouro, daí começaram a surgir as primeiras construções e originou-se a vila hoje conhecida como Conceição do Ibitipoca.

Com a influência dos Portugueses, a arquitetura foi se adaptando as condições locais e matérias encontrados na região, como pedra, madeira e barro (argila), usando a técnica de construção de taipa ou pau a pique. Os telhados eram feitos com telhas coloniais feitas nas coxas de escravos e olarias improvisadas.

Esse estilo arquitetônico, que pode ser classificado como Colonial Bandeirante, foi bastante desenvolvido em nossa região e se tornou uma tradição preservada e resgatada pela Comuna do Ibitipoca.

CULTURA

Como formas essenciais de expressão humana, a Arte e a Cultura são também aspectos essenciais do projeto. Acreditamos que a arte é um agente transformador e, portanto, necessário no processo de preservação da natureza e renaturalização (“rewilding”) dos seres humanos.

RESIDÊNCIA DE ARTISTAS

Segundo Eça de Queirós, “a arte é um resumo da natureza feito pela imaginação”. Logo, a imersão na natureza, junto ao conforto e privacidade que a Comuna do Ibitipoca proporciona, formam o contexto ideal para a criação. Por isso, abrimos essa oportunidade para diversos artistas que buscam se inspirar pela arte crua da natureza de Ibitipoca.

VALORES

  1. Gentileza
  2. Simplicidade
  3. Entusiasmo
  4. Excelência
  5. Espiritualidade
  6. União