ENGLISHPORTUGUÊS

BLOG

What's going on

CONHEÇA AS INSTALAÇÕES POÉTICAS DE CORNELIA KONRADS, ARTISTA ALEMÃ QUE VEIO ATÉ IBITIPOCA

Cornelia Konrads é uma artista alemã que se destaca na pintura, escultura e design. Em suas obras de estilo Land Art, ela cria instalações em parques, jardins e espaços públicos, que desafiam a gravidade e nos transporta para um mundo de fantasia e surrealismo.

Land Art é um movimento artístico contemporâneo que surgiu no final dos anos 60, em que a natureza e seus elementos são o palco, o apoio e os meios para a criação de obras de arte. No Land Art, também conhecido como “arte da construção da paisagem”, o espaço natural é transformado pelo pensamento e pela ação da artista. O objetivo é intervir no espaço da natureza a fim de produzir emoções no espectador que o convidem a contemplar toda a alteração estética da paisagem pela ação transformadora do artista. Esse estilo tem o objetivo de refletir a relação do homem com a terra e a sua integração no ambiente. O trabalho de Cornelia é um exemplo claro neste ramo da arte.

Nascida em 1957, Konrads estudou filosofia, estudos culturais, língua e literatura alemã. No entanto, ela encontrou seu caminho para uma existência como artista relativamente tarde, fazendo sua primeira obra em 1998.

As belas criações de Cornelia são mostras temporárias, já que ela usa elementos da natureza com instalações de construção, pedras, troncos e tijolos. As obras da artista parecem ser suspensas no ar, desafiando as leis da gravidade e mostrando uma ilusão de ótica mágica, que faz o espectador repensar sua relação com a natureza e realidade. Confira alguns exemplos de projetos dela ao redor do mundo:

instalacoes-poeticas-10 instalacoes-poeticas-6 instalacoes-poeticas-5 levitar5 levitar3

Sua combinação de arte, filosofia e viagens dá ao seu trabalho uma vibração única que se encaixa bem com as configurações que ela escolhe. Cornélia Konrads já fez obras na Alemanha, Holanda, Itália, França, Bélgica, Suécia, Estados Unidos, Taiwan, Coréia do Sul, Austrália e Brasil.

Uma das suas obras está localizada na Reserva do Ibitipoca, onde ela criou a “Windhouse”, uma releitura de uma casa de pau a pique. No vídeo a seguir, mostramos o processo de criação dessa obra: